SEGISMUNDO

  Sim, já é hora de acordar.
Caldéron de La Barca


Cai a noite e treme o teu corpo de rapaz
como todas as noites.

É tudo o que existe, e em tudo o que existes
há luz de cárcere.

Se não adormeces já, se esperas e amanhece,
morrerás de sonho.

Angél Mendoza, in Criatura 6 (tradução de Inês Dias)

Sem comentários:

Publicar um comentário